Seguidores

14 de jun de 2007

verde claro


Muito!
Muito atento!!!
Meu sangue parece ferver sem parar. sangue parece fervilhar e fervilhar.
Parece em ebulição sempre.
Meus olhos parecem claros e as pupilas como lua.
Meus movimentos um pouco mais leves e soltos e um pouco mais lento.
Boca seca... e quando anterior não me veio um formigar ali a cola!
Dessincronizados.... as vezes até os olhos parecem a formigar.
Um pouco de frio... vontade de pular pular e pular.

Loucura depois de uma hora.... nossa Maria que foi.

Cris não fosse assim dia assim sozinho assim sem vitimas para falar assim sigo assim voo assim.

O despertador toca pra mim acordar... mas ué.... já estou acordado ! ahahaha !!!

Leandro Borges

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.