Seguidores

24 de nov de 2010

Mulheres Impossíveis

São como deusas gregas
Matam mortais, assim como eu, apenas por sua presença, por seu olhar

Como uma maldição, não te toco, não tenho pontos de contato, não te sinto, não conheço a tua respiração, a tua saliva

Em um mundo de mortais, só tenho olhos pra ti
Em um mundo sem cor, somente admiro as tuas cores


Como posso eu me apaixonar assim?


Me sinto tão feliz e tão triste
Sinto uma alegria liberta e montanhas intransponíveis
Passeio na memória só pra ver de super close os teus olhos
O tempo parou e eu virei pedra
Meu coração sente somente estradas infinitas até você
E aí que morro de tristeza
Meu coração acorda acelerado, radiante e entusiasmado
E aí que explodo de alegria

A paz é verde
O sol é verde
Os pássaros são verdes
A lua é verde
O ar é verde
A euforia é verde
As estrelas são verdes
A alegria é verde
A água é verde
A paixão é verde
As rosas são verdes
O fogo é verde
A aurora é verde
O ponte é verde
O coração é verde
A sanidade é verde
A tua boca é verde
O teu nariz é verde
O teu cabelo é verde
A tua sobrancelha é verde
Os teus cílios são verdes
Os teus olhos são as minhas lentes
Onde tudo congelou ao me petrificar, me faz ver o mundo através do brilho dele.

Leandro Borges

10 de nov de 2010

Poção mágica: Água


Água que caia!
Água que caia!
Água que caia!

Chuva que vem renovar

Irriga a minha alma
Lava o meu mundo
Traz a água que nunca para de brotar

Renasço a cada chover
Reconheço o meu ser em cada gota
É simples e cristalina
Há chover para o mundo dar voltas

Ciranda água ciranda
Vem brincar em volta
Encanta
Cai
Levanta
Limpa
Cura
Purifica
Torna-me um admirador de todo fluxo

Me deixa ver a lágrima de alegria cair do olho do planeta terra.

Leandro Borges

5 de nov de 2010

Autobahn


Se em um átomo o amor eu encontrar
poderia fazer um mapa de probabilidade
de uma flecha lançar
a chance de alcançar

Em algum quartz encontrar
em um lapso de tempo
onde o universo pode ser
finito e infinito

Lanço os dados
abro percepções
capto energias

No rádio toca uma velha canção:
"me quieres cariño"

E entre sinapses e goles de ceva
posso ver um cardume ao nosso redor.

Escutamos em rock nervoso
uma letra desalmada e sincera

Sigo por uma Autobahn tranquila.

Leandro Borges

3 de nov de 2010

Em outros mundos


Falsos passos perdidos no espaço.
Andando no fio da navalha.

Entre a ferida e a rosa.
Entre a dor e a alegria.

Com tantas vidas e um coração acelerado.

Os olhos brilham.
As vitrines brilham.
As idéias brilham.

: Tudo brilha aos "olhos" de Deus!

No meio da avenida, não sei se vejo o pôr-do-sol ou a garoa.

Meu coração pertence as milhares de cores.
Graças a essa visão tenho a paixão pelo mundo.

As sombras tem muitos tentáculos perseguidores.

Vento forte em corte que vem do norte e do sul.

Nas multi-faces de um mundo, me reparte em mil faces.

Buscando frestas e um pouco de ar.
Onde os paradoxos entram em profusão profunda.

Onde pecados são apenas epifanias infames.
Onde orquídeas poderiam salvar o mundo.

Ao horizonte claramente se pode ver flâmulas vermelhas rasgadas.
Rastejando por entre feridos.
Onde muitas paixões florescem.
O orgulho pela terra, pela luta.

Se um parque pode acolher mais de mil rosas
é onde quero repousar a minha alma;
deixar o espírito livre e a mente aberta.

Um quadro onde as vestes são mosaicos e rostos de ninfetas.
Outro de traços oblíquos e movimentos sinuosos

São chaves que voam tão alto...
As portas são tantas, tantas bifurcações e tantos abismos escondidos...
Onde os mares são sete vezes sete mares, há tantos portos onde parar...

Sem a crença do passado.
Sem a verdade, sem o combustível e sem a dignidade.
Sem honradez, sem justiça e sem valores.

Se as águas vivas param de brotar na nossa irmandade,
procurarei em outros mundos.

Leandro Borges
Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.