Seguidores

10 de nov de 2010

Poção mágica: Água


Água que caia!
Água que caia!
Água que caia!

Chuva que vem renovar

Irriga a minha alma
Lava o meu mundo
Traz a água que nunca para de brotar

Renasço a cada chover
Reconheço o meu ser em cada gota
É simples e cristalina
Há chover para o mundo dar voltas

Ciranda água ciranda
Vem brincar em volta
Encanta
Cai
Levanta
Limpa
Cura
Purifica
Torna-me um admirador de todo fluxo

Me deixa ver a lágrima de alegria cair do olho do planeta terra.

Leandro Borges

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.