Seguidores

2 de mai de 2009

Lapso de espaço


Uma vida por uma vida.
Um grão de areia.
Forja uma carência.
Pensa nas tuas culpas.
Deixa-me em vão.
Teu caminho não me deixa.
Teu coração não me fala.
Minhas dores tiram a tua atenção.
Teu beijo não faz verão.
A vida por um olho mágico.
Trágico momento envolto em teu peito.
Meu coração é teu.
Diz pra mim, cade você?
Se lembra das noites em que passamos?
Nem tudo eu te disse.
As poucas palavras que falei são reais.
Meu mundo está longe do seu.

Leandro Borges

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.