Seguidores

28 de ago de 2009

"EU VOU!"


Olha no fundo dos meus olhos e promete... ah se promete!
E pra que! Sim! Eu digo, pra que?

Fala, vibra, promete, confirma; diz que vai
e na porra do fim da história... não vai!
É tanta hipocrisia, tanta enganação; dissimulação.

Fala "por educação" que vai...
Mas pra que?
Por que?

Cultura cretina, cultura podre; lixo-pobre-viver.

Escarro na tua face toda a mentira.
Escarro na tua face toda a balela.
Escarro nessa tua vidinha de merda.


Assim ó! - olha bem no fundo dos meus olhos!!!
Tenha o respeito, tenha o valor, tenha a decência e a virtude.

E fala com todas as letras: EU NÃO VOU!

Leandro Borges

Um comentário:

Julia Bauer disse...

Também não sei porque algumas pessoas parecem simplesmente não se importar se ficaremos esperndo, procurando nos rostos de outras pessoas como idiotas, que elas venham quando elas dizem que VÃO VIR. Será que não se dão conta que a mentira não afeta só a quem espera mas também a elas mesmas? Passamos a ver que não valhemos nada ou quase nada e isso dói. Gente insenssível é foda -_- E as pessoas normais não deixam de gostar de alguém porque falou a VERDADE, nem que a verdade seja estar cansado ainda ou não QUERER ir. Mas essas pessoas sempre vão existir e sempre vai existir também quem essperar por elas.

Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.