Seguidores

8 de ago de 2012

Colorindo o Céu


Com a simplicidade de uma criança busca na tua essência, no teu coração, o fruto da vida. Passa e mergulha no teu interior, passa pelo portal do amor, a câmera secreta do teu coração. Em teu ser está o arco-íris, aí está todas as cores para colorir o céu, o mundo, a vida, a humanidade.

Na raiz do teu corpo encontrarás o roxo, pinta com ele delicadamente, então fluirá a vitalidade, o poder. Busca a energia dentro do teu templo, teu corpo, há muita cor para pintar, pintarás mil céus.

No sacro, na flor da tua vida, terás a tinta da criatividade, energia florescerdora, o feminino, tons alaranjados escorrem de ti, busca profundamente e verás, serão milhares de baldes de cor à escorrer.

Ao continuar, encontrarás um sol dentro de vós, rios fluíram, com sutileza colore, claramente verás o amarelo para clarear e estimular a mente, estará brilhando vivamente no teu centro. Aquecerá e pintará com muita alegria.

Ao subir verás pulsando, equilíbrio, o teu universo interior, o coração, toda natureza está contida, te apropria da sua cor do sabedoria, e faz o céu também pintado de verde. Apazigua toda a alma, afasta do teu céu as tempestades, te encontra e flui.

Em equilíbrio e paz, verás um pássaro na tua essência, busca com gratidão e verás a gloria do teu voo, suas penas riscarão teu céu fabuloso, transmitirá aos quatro ventos, és azul a paz que escorre e flui nesse canal.


Tens um portal de pureza, fé e elevação, dá vazão e mancha o céu de magenta. Abre as portas da tua visão, escorre de cor no túnel visão glorificada, encontrarás outro mundo ao lado, pinta o céu, revela tua cor, respinga com mais está cor tão bela o glorioso céu da tua vida.


Para completar não deixe de transformar tudo com a tinta violeta. De ódio só terás amor, de dor só terás prazer, de tristeza só terás alegria. Pinta para tudo mudar. Deixa fluir a borboleta que sai da coroa do teu templo, mescla o céu de violeta.

Completa o céu infinito do teu universo íntimo, assim finaliza em completa paz, harmonia, amor e gratidão por ter um tão lindo céu, todo em calda de cores.
Tua vida sempre reluzirá brilhante e o amor sempre jorrará do teu céu, do teu ser. Um eterno céu em arco-íris.

Leandro Borges

2 comentários:

Bruno Antunes disse...

no nosso mundo de significados em que as mentes fervilham, porque buscar o obscuro se são com as cores que temos mais vida? é assim que eu acho que deveriamos ser, buscar a leveza, a beleza para assim poder amar e só amar.

aquele abração Lele =))

juliana moura disse...

vou ler sempre até me colorir por completo. :)

Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.