Seguidores

8 de dez de 2007

Contorno do céu


Um desenho, os teus lábios fazem, pelo desejo,
um compassado, inflamado e ardente beijo.
A boca que revela
a tua carne crua
macia, vermelha e bela.
A tua linda flor.
O teu lábio opor
a minha pele nua.

A minha boca encontra a fantasia
ao entrar no teu céu.

Lábios cerrados para toda timidez.
Meus lábios param em frente aos teus.

Um contorno sinuoso
desliza em malícia.

Mordo para sentir o quão doce és.
São dois pedaços de paraíso
pairando em teu rosto, rasgando em sorriso.

Ao toque das bocas
mergulho no mundo onde tudo é possível.
Um milagre dentro dos nossos corpos.
Sonhamos e acordamos juntos.
Um mundo fantástico, nossa essência interior.

Leandro Borges

Nenhum comentário:

Creative Commons License
Poesya, não burguesia! by Leandro Bastos Carneiro Borges is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at poesyas.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://poesyas.blogspot.com/.